Buscar

Coordenador do badminton destaca a importância do sistema do Desporto Escolar no Paraná e no Brasil

Por: Assessoria de imprensa


A última seletiva escolar realizada antes da pausa nas competições devido a pandemia de coronavírus foi a do badminton, o esporte de raquete mais rápido do mundo que vem crescendo no Paraná. No dia 14 de março, atletas de todo estado se reuniram na cidade de Toledo para participar do Campeonato Paranaense Escolar de Badminton visando uma vaga na Seletiva Nacional a ser realizada em Aracaju, Sergipe.

Valdecir durante a premiação dos alunos/atletas (Foto: Thaise Oliveira/FDEPR)


Contando com o apoio da Federação Paranaense de Badminton (BFP) e da Prefeitura de Toledo, o evento organizado pela Federação do Desporto do Paraná (FDEPR) foi um sucesso. Segundo Valdecir Anacleto, coordenador da modalidade em Toledo “a união das federações é fundamental. O badminton vem crescendo muito no estado dentro dos Jogos Oficiais do estado do Paraná. Isso agrega mais valor e melhora a qualidade de cada atleta”, disse.


A frente do projeto na Ação Social Vicente do Paulo há 15 anos, Valdecir acredita que as oportunidades ofertadas pela FDEPR, juntamente com a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), é um grande incentivo para os jovens. “Em 2018 fomos jogar o Mundial na Índia pelo Desporto Escolar e este ano a competição será na China, isso motiva ainda mais os atletas. Eu tenho 130 crianças que treinam para competições regionais, estaduais, nacionais e internacionais, cada uma no seu nível, então muitas podem pensar ‘por que vou treinar?’ Eventos como esses alimentam os sonhos delas, pois veem que não é algo fora do comum, que pode, sim, se tornar realidade. É óbvio que é preciso muito treino, mas todos nós somos movidos a sonhos”, afirmou.

Técnico Valdecir junto com os atletas no Mundial de Badminton na Índia (Foto: Arquivo pessoal)

Sobre a forma como as vagas são disputadas, o coordenador acredita ser a mais correta pelo fato de todos os alunos/atletas terem uma oportunidade. “Já houve tempos que eram escolhidos por critério técnico. Como é uma competição a nível escolar, eu acho justo oportunizar todos do Brasil a poder pelo menos participar de uma Seletiva Estadual e, quem sabe, poder chegar a uma Nacional seguindo o critério certo que é o andar da escada. É importante, valoriza e mostra transparência”.

De acordo com Valdecir, disponibilizar o acesso das crianças ao esporte, independente da modalidade, pode mudar histórias, na qual muitas vezes começam apenas como entretenimento evoluindo para uma paixão e interesse em uma carreira profissional. “Há 15 anos, quando conheci a modalidade e apresentei para a nossa diretora, eu trouxe o badminton como ferramenta de disciplina dentro grupo que a gente trabalha aqui na Ação Social. Por ser gostoso de jogar, todos se encantaram e o projeto cresceu. Com a ajuda da Federação de Badminton fui atrás de conhecimento, fiz curso para me aperfeiçoar e realizei sonhos. Muitas coisas aconteceram nesse tempo e sou grato a tudo. Todos os árbitros que estão hoje aqui, por exemplo, foram meus atletas e hoje são meus colegas de profissão. Isso é incrível”, declarou.


Por fim, Valdecir agradeceu a confiança e apoio recebido. “Agradeço muito a FDEPR, ao presidente Clesio Prado e toda equipe de trabalho pela confiança no nosso trabalho. Toledo tem um trabalho muito bem enraizado e para nós poder sediar uma seletiva é fantástico. Fizemos todos os esforços possíveis para atender a todos da melhor forma possível”.


67 visualizações
cbde-logo_1 (1).jpg
logo isf.png
#jogolimpo
ASSINATURA_CIDADANIA_216X64px.png

Federação do Desporto Escolar do Paraná - 04.161.224/0001-36 - Rua Delegado Leopoldo Belczak, 2611. Curitiba ,Paraná

© 2019 by FDEPR