Buscar

Atletas paranaenses são destaque no xadrez

Atualizado: Jul 23

Foco, disciplina e muito treino. Essas palavras fazem parte da rotina dos enxadristas Leonardo Herai Borges e Fabiana Maciel. Ambos defenderam o estado do Paraná e o Brasil nos Jogos Sul-Americanos Escolares.

Com apenas cinco anos, Leonardo Herai começou a fazer seus primeiros movimentos em um tabuleiro de xadrez. O atleta de Ponta Grossa foi incentivado pelo pai, professor da modalidade. "Eu acabei adorando o jogo e decidi me esforçar nele, assim quando os meus primeiros títulos vieram acabei me interessando ainda mais”, revela.



O objetivo de Leonardo é atingir a titulação de Mestre Fide – um título vitalício concedido pela Federação Internacional de Xadrez aos enxadristas profissionais que tenham obtido a pontuação igual ou superior 2.300 pontos em, pelo menos, 24 partidas válidas pelo ranking da FIDE. Para isso, o jovem enxadrista treina todos os dias da semana com uma rotina de disciplina e nos dias de folga também procura treinar.

Atualmente, Leonardo é penta campeão paranaense (2017-2021), vice-campeão brasileiro (2019), campeão brasileiro online (2020), vice-campeão sul-americano escolar (Jogos Sul-Americanos Escolares – 2019 – Asunción), tricampeão dos Jogos Escolares do Paraná (categoria B), bicampeão dos Jogos da Juventude (Jojup’s).

Para Leonardo, participar de competições como Sul-Americano Escolar foi uma sensação única e muito especial por ter viajado com a delegação brasileira e mais o clima de tensão antes das partidas criava um ar de competição, onde todos queriam vencer e também pelo esforço pessoal que fez para chegar até ali.

Outra atleta de Ponta Grossa e com grandes feitos é Fabiana Maciel. O xadrez foi apresentado a atleta na aula de educação física com nove anos. A diversão se tornou paixão e Fabiana pratica a modalidade com amor e muito foco.

Fabiana revela que é apaixonada por competir. Para ela, a forma que joga também mostra sua personalidade. Assim como Leonardo, Fabiana também tem a ambição de se tornar mestre, compor uma seleção brasileira e estar entre os melhores do mundo.

A enxadrista leva à sério a rotina de treinos, de estudos táticos, de jogos. Fabiana aconselha quem está começando nunca desistirem só porque algo está dando errado. Para ela, o erro é aprendizado e não uma derrota. “Estude, treine e dê sempre o melhor de si em cada torneio e partida que jogar, pois se você tiver foco e dedicação, seu esforço será compensado”, explica.

Com 17 anos, Fabiana é campeã brasileira 2021 (convencional), vice-campeã brasileira 2021 (Blitz), Campeão Paranaense 2021, Campeã dos Jogos da Juventude e dos Jogos Escolares 2019 e terceira colocada no Sul Americano 2018.



Vem aí – Visando oferecer suporte e competições para se desenvolverem, a Federação de Desporto Escolar está promovendo o Torneio Virtual Escolar – I Campeonato Paranaense de Xadrez neste final de semana, 24 e 25 de julho, de forma remota. As transmissões das partidas começam às 9 horas pelo canal do Youtube da FDE-PR.

A competição é organizada pela FDE-PR com apoio da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), por meio do Programa de Apoio as Federações (PAF). Também recebe o apoio do Governo do Estado do Paraná, através da Superintendência do Esporte - Paraná Esporte. E da Federação de Xadrez do Paraná (FEXPAR).

O presidente da FDE-PR, Clésio Prado, afirma que essa competição é a terceira reali